Rico Dalasam estreia show com participação de Thiago Pethit

Se o ano passado serviu para Rico Dalasam fazer o Brasil conhecer o movimento queer rap, em 2016 ele promete mais. Com um CD previsto para maio, ainda sem nome, o artista faz um esquenta para a novidade, recebendo convidados especiais em seu novo show. A estreia do “Fervo do Dalasam” será nesta sexta-feira (15.01), no palco da Choperia do Sesc Pompeia, na capital paulista.

A primeira participação especial é de Thiago Pethit. Dá pra adiantar que eles vão se reunir em dois momentos no palco. Uma delas é na faixa “Deixa”, do próprio Rico, e outra é “Quero Ser Seu Cão”, do roqueiro. “Vamos criar algumas coisas e não vai ficar plenamente rock nem rap. Isso, as pessoas só poderão ver ao vivo. A ideia é aprontar, não fazer o original”.

Segundo o rapper, Pethit é fervido numa outra ponta. “Desde o ano passado, quando ele lançou seu disco (“Rock’n’Roll Sugar Darling”), achei incrível como ele é no palco. A partir dai, começou nossa conversa, sempre tentando criar essa data. Nunca rolava, porque ele estava em turnê. Pra mim também foi cheio de coisa”, comenta. “Essa semana, nos ensaios, estamos criando uma forma de minha música encontrar com a dele”.

Enquanto o disco não sai, ele propõe um encontro com pessoas que, em suas palavras, gosta muito. “Tem coisas novas, mas não é o disco ainda. Quero encontrar pessoas, todo mês gente nova. Com banda, o show fica mais encorpado”, adianta. Em 2015, segundo ele, tocou muito em festa, clubs, festivais… “Agora, tá mais com cara de palco, festival”.

Cansado de responder sobre isso, mas uma pergunta que vem sempre à tona é: há preconceito no movimento? “É uma dúvida recorrente de quem não acompanha a cena. Fui criando um caminho inédito e meu. Nesse primeiro instante, minha voz teve um papel enorme de romper e criar um imaginário de que era possível, a ponto de outros artistas explorarem isso, não só no rap. E também as minorias das quais faço parte”.

E ele não encara como estigma ser taxado como o “rapper gay”. “A gente queria ser essa representatividade. É um marco. A gente não quer ser desprezado. Porque, de alguma forma, gerou uma mudança. Isso tornou o rap maior e tornou possível alguém – das minorias das quais eu venho – viver nas coisas e se sentir inspirado e colocar sua arte na rua. Foi uma carga de esperança”, pontua.

O show, com 12 faixas, todas autorais, vai ser ainda uma prévia do novo disco, que o rapper manda avisar: “prepare seus melhores orgulhos, estejam afiados”. Ao invés de apenas um DJ, uma banda também acompanhará a apresentação, com guitarra, teclado e percussão. Rico Dalasam interpreta músicas do EP de estreia Modo Diverso (2015), além de outras composições próprias inéditas.

SERVIÇO
Rico Dalasam recebe Thiago Pethit @ Sesc Pompeia
Data: Sexta-feira (15.01), às 21h30
Endereço: Sesc Pompeia. Rua Clélia, 93, Pompeia
Ingressos: R$ 6,00 a R$ 20,00

Leia mais

Os melhores shows para aproveitar a Virada Cultural de SP

Neste fim de semana (20 e 21) acontece a Virada Cultural de São Paulo. Das 18h do sábado às 18h de domingo a cidade recebe shows, peças, exposições, etc concentradas no centro e espalhadas em diversos locais, de Cidade Tiradentes a Pirituba. Além disso, os Sesc também vão se juntar à programação. Mas fique atento: ingressos para o sesc devem ser retirados à partir das 18h do sábado, em qualquer unidade.

Com tantas opções fica difícil saber o que ver: a gente quer se dividir em muitos e acompanhar a maratona de 24h sem descansar. Claro que assim fica impossível, mas dá pra escolher se a noite vai ser da virada ou vale mais a pena aproveitar o domingo, e pra ajudar o AosCubos preparou um guia com os shows imperdíveis dessa virada, além de diversos nomes que nós apostamos em grandes shows!

Faça suas escolhas e aproveite a Virada!

Mais informações e programação completa: http://viradacultural.prefeitura.sp.gov.br/2015/

 

Sábado – 20/06

Atrações Imperdíveis

18h Pedro Baby e Beto Lee – Palco Rio Branco

20h Cidadão Instigado – Sesc Pinheiros

21h Daniela Mercury e Márcia Castro – Palco Julio Prestes

21h Ana Cañas part. Marina Lima – Sesc Consolação

21h30 Karina Buhr canta Secos e Molhados – Sesc Belenzinho

23h Os Paralamas do Sucesso – Sesc Pinheiros

23h59 Lenine – Palco Julio Prestes

01h Chico César – Palco Barão de Limeira

01h Otto e Baby do Brasil – Sesc Consolação

01h30 Ira! – Sesc Belenzinho

04h Alceu Valença – Palco Republica (Arraial da Inezita)


Aposte!

19h A Fantastica Fábrica de Chocolates (1971) com trilha ao vivo de Trupe Chá de Boldo – Palco São Francisco

20h Dandara e Clandestino – Palco Anhangabaú/ Líbero

21h Bruna Caram – Sesc Ipiranga

23h Shanawaara – Palco Arouche X Duque de Caxias

23h Junio Barreto e Siba – Sesc Consolação

02h Rita Lee, o musical – Palco Princesa Isabel

04h Far From Alaska – Palco Rio Branco

 

Domingo (21/06)

Atrações Imperdíveis

07h Tom Zé – Palco Barão de Limeira

10h Erasmo Carlos – Palco São João

12h Nando Reis – Palco Julio Prestes

14h Tiê – Palco São Francisco

15h Emicida convida Martinho da Vila e João Donato – Palco Julio Prestes

16h Metá Metá – Palco Estação da Luz

18h Ira! Mudança de Comportamento (1985) – Theatro Municipal

18h Os Paralamas do Sucesso – Sesc Pinheiros

18h Caetano Veloso – Palco Julio Prestes


Aposte!

8h Tigre Dente de Sabre – Palco Estação da Luz

9h Curumin – Barão de Limeira

16h Anelis Assumpção – Palco São Francisco

17h O Terno  – Centro Cultural da Penha

17h Helio Flanders – Teatro Decio de Almeida Prado

18h Bruna Caram – Sesc Ipiranga

 

 

Leia mais

Em SP, Anitta mostra que melhor parte está fora do DVD

[alert type=”info”] Foto gentilmente cedida por Caio Duran, da AgNews[/alert]
O lançamento da turnê do DVD “Meu Lugar”, de Anitta, sábado (14), no Citibank Hall em São Paulo, mostra que a melhor parte está fora da gravação. Ao vivo, ela estende a faixa “Movimento da Sanfoninha” e mantém a essência de seu antigo show, com um medley funk.

A apresentação, que durou cerca de 1h30, contou com participações de Projota (“Cobertor” e “Mulher“), PH (“Eu Vou Ficar” remix) e uma fã chamada Patrícia, sorteada em uma promoção da Band FMx, para cantar “Quem Sabe”.


Entoando hinos do funk – seja aquele obsceno, ostentação ou melody – ela mostra a artista que existia antes do “banho” pop sofrido por imposição da gravadora, e até tentou se justificar o porque de a parte funk estar de fora do disco: “Hoje não tem gravação, a gente pode fazer o que quiser”. E mandou ver nos covers, requebrando o bumbum: “Escorrega no Escorregador”, “Essa Vai Especialmente Para Todas as Novinhas”, “Eu Adoro, Eu Me Amarro”, “Na Casa do Seu Zé”, “Bigode Grosso”, “Senta Gostoso Te Pago um Guaravitta”, “As Novinha tão Sensacional” e “Superpoder”.

Previsto para começar 22h, o atraso de 44 minutos foi mascarado com a exibição do making of do DVD nos telões, mas esquecido assim que a performer subiu ao palco com uma explosão de cores e luzes. O show leva o espectador ao céu e ao inferno, com elementos e objetos de cena que marcam cada lugar: nuvem para um e chifrinhos para outro, por exemplo. O destaque dessa turnê não é “Show das Poderosas”, mas “Blá Blá Blá” (vídeo abaixo), que ela volta no bis para cantar com a música “No Meio da Torcida“, feita especialmente para a Copa numa parceria com a Seda – patrocinadora da turnê.

Telões de LED, chuvas de pétalas de rosa, elementos circenses, algumas trocas de roupas são a fórmula lúdica que narram toda a história. Algumas referências saltam na apresentação, para mim: a bailarina da caixinha musical (“Dream Within’ a Dream“, turnê de 2001, de Britney Spears) e os ursos gigantes (apresentação de Miley Cyrus no VMA).

Mas não dá pra negar: o que se vê ao vivo é megaprodução, cujo palco deixa no chinelo até o de estrelas internacionais que já passaram pelo mesmo lugar. Dividido em três etapas: à esquerda fica a banda, do lado direito os backing vocals e no centro Anitta e seu encorpado time de bailarinos. O repertório tem músicas de seu álbum de estreia, como “Menina Má”, “Tá na Mira” e “Príncipe de Vento” e do mais recente, “Ritmo Perfeito”, como a faixa-título (vídeo abaixo), “Som do Coração” e “Beijar à Queima-roupa”.

O discurso adotado por ela para conversar com os fãs é o mesmo do eternizado na gravação. “Cadê meus fãs de determinado lugar, vocês são incríveis…”, e aproveitou para falar que está feliz com o resultado do trabalho. “Amo vocês muito. Nosso DVD tá lindo. Vejo todo dia na minha casa”, disse, agradecendo a presença de todos.

“A gente tem de tudo aqui”, disse, enumerando antagonismos: crianças e adolescentes, adultos e vovós, gordos e magros, heteros e homossexuais. “A gente pode fazer plástica. E não fazer”, brincou, referindo-se às críticas que recebeu por ter corrigido um desvio de septo e mudado a fisionomia. “A gente pode ser o que quiser, e se pararmos pra pensar a gente deixa de viver. Vamos curtir nossa festa. Seja você sem máscara nem nada”, retrucou.

A nova turnê de Anitta com toda essa enorme estrutura, com patrocínio da SEDA, continua mês que vem no Rio de Janeiro (10/07) e Porto Alegre (19/07).

Leia mais

Gustavo Galo apresenta seu primeiro trabalho solo: “ASA”

gustavogalo-asa-594x536

Recheado de referências, participações, parcerias e, ainda assim, extremamente original, autêntico, refletindo a personalidade de seu protagonista. Esse é “ASA”, primeiro disco da carreira solo de Gustavo Galo, integrante da Trupe Chá de Boldo. Aliás, o termo “carreira solo” é dispensado pelo músico: segundo ele, “é triste demais”. Mas é incontestável que Galo está totalmente presente em “ASA”. Depois de dois discos de sucesso junto à Trupe, ele mergulhou dentro de sua individualidade, trazendo à tona um álbum denso, delicado, marcante.

Leia mais

Bruna Caram espalha sua felicidade em show no Sesc Ipiranga

brunacarampost
Foto: Teca Lamboglia

Venha me beijar de uma vez/ Você pensa demais pra decidir”. Do fundo do teatro, ela surgiu, entoando os versos de “Flor do Medo”. Era um convite ao público, para que se entregasse durante a próxima hora à intensidade pujante que vinha de Bruna Caram, em uma das poucas apresentações de sua turnê “Bem-Vinda” na capital paulista, nesse feriado (20), no Sesc Ipiranga.

Leia mais

Memórias De Um Caramujo dá o tom do novo CD em show em SP

caramujo2
Créditos: Musicoteca

No Domingo (25) a banda Memórias De Um Caramujo, que já recebeu elogios de nomes como Milton Nascimento e Luiz Tatit, subiu ao palco do Espaço Serralheria para apresentar um repertório de transição, recheado de composições que integrarão o novo álbum, que está sendo gravado e deve ser lançado em breve. As canções preservam o lado bem-humorado e irreverente da banda, mas mostram um caminho em uma direção um pouco diferente do Ao Vivo (2011).

Leia mais

Anitta esbanja sensualidade em show no litoral de São Paulo

Anitta ganhou fama depois do sucesso “Show das Poderosas”, e em pouquíssimo tempo tem até música na novela “Amor à Vida”, da Globo. O Aos Cubos acompanhou a turnê “Show das Poderosas”, na madrugada de domingo (16) para segunda-feira (17), em uma casa noturna em São Vicente, no litoral de São Paulo, lotada com 3,5 mil pessoas. Dona de um corpo invejável, no palco, a musa do funk melody esbanja passos sensuais e coreografias ousadas.

Leia mais